Simulador Nova Previdência - Brasilprev

Nova Previdência

Descubra em quanto tempo você poderá se aposentar e quanto poderá receber de acordo com as novas regras da previdência social.

Válido para trabalhadores urbanos do setor privado vinculados ao RGPS.
Para detalhes sobre sua previdência social, acesse www.inss.gov.br

SEXO

FEMININO
MASCULINO

IDADE

TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO
(em anos) Tempo de contribuição para Previdência Social. ?

Nunca contribuiu?
Preencha com zero
Calcular
Resultados
REGRA DE TRANSIÇÃO
Os trabalhadores que contribuem ou já contribuíram para a Previdência Social atual podem escolher entre uma das regras de transição ou a Nova Previdência conforme seu interesse. ?




Idade de
aposentadoria

Você deve
contribuir
por mais
Período necessário para alcançar o tempo mínimo de contribuição de cada regra. ?

Benefício
Regra
tempo de
contribuição Mulheres: 30 anos de contribuição e idade mínima de 56 a 62 anos.
Homens: 35 anos de contribuição e idade mínima de 61 até 65 anos.
?
Regra
sistema
de pontos Soma-se a idade com o tempo de contribuição. O resultado deverá ser igual ou maior que o valor anual da tabela em vigor para o recebimento do benefício (86 pontos para mulheres e 96 pontos para homens em 2019). ?
Regra
pedágio
50% Válida somente para quem irá se aposentar por tempo de contribuição em até dois anos após a aprovação da Reforma. O tempo restante para a aposentadoria terá um aumento de 50%. ?
Regra
pedágio
100% Válida somente para quem irá se aposentar por tempo de contribuição em mais de dois anos após a aprovação da Reforma. O tempo restante para a aposentadoria é dobrado. ?
Nova
previdência

Mulheres: 30 anos de contribuição e idade mínima de 62 anos.
Homens: 35 anos de contribuição e idade mínima de 65 anos.
?
REGRA DE TRANSIÇÃO
Os trabalhadores que contribuem ou já contribuíram para a Previdência Social atual podem escolher entre uma das regras de transição ou a Nova Previdência conforme seu interesse. ?




Idade de
aposentadoria

Você deve
contribuir
por mais
Período necessário para alcançar o tempo mínimo de contribuição de cada regra. ?

Benefício
Regra
tempo de
contribuição Mulheres: 30 anos de contribuição e idade mínima de 56 a 62 anos.
Homens: 35 anos de contribuição e idade mínima de 61 até 65 anos.
?
Regra
sistema
de pontos Soma-se a idade com o tempo de contribuição. O resultado deverá ser igual ou maior que o valor anual da tabela em vigor para o recebimento do benefício (86 pontos para mulheres e 96 pontos para homens em 2019). ?
REGRA DE TRANSIÇÃO
Os trabalhadores que contribuem ou já contribuíram para a Previdência Social atual podem escolher entre uma das regras de transição ou a Nova Previdência conforme seu interesse. ?




Idade de
aposentadoria

Você deve
contribuir
por mais
Período necessário para alcançar o tempo mínimo de contribuição de cada regra. ?

Benefício
Regra
pedágio
50% Válida somente para quem irá se aposentar por tempo de contribuição em até dois anos após a aprovação da Reforma. O tempo restante para a aposentadoria terá um aumento de 50%. ?
Regra
pedágio
100% Válida somente para quem irá se aposentar por tempo de contribuição em mais de dois anos após a aprovação da Reforma. O tempo restante para a aposentadoria é dobrado. ?




Idade de
aposentadoria

Você deve
contribuir
por mais
Período necessário para alcançar o tempo mínimo de contribuição de cada regra. ?

Benefício
Nova
previdência

Mulheres: 30 anos de contribuição e idade mínima de 62 anos.
Homens: 35 anos de contribuição e idade mínima de 65 anos.
?
Fazer novo cálculo
O SEU AMANHÃ
COMEÇA HOJE
Quer saber como um plano de previdência
privada Brasilprev pode proporcionar
uma renda extra na aposentadoria ou
impulsionar projetos futuros?
Este material é fornecido unicamente para fins informativos e sem pretensões de conter todas as informações desejáveis de cada pessoa. Esse cálculo não possui efeito legal nem garante o direito ao benefício da aposentadoria. As informações inseridas para realizar o cálculo interferem diretamente no resultado. Os resultados fornecidos são projeções e, por definição, são uma simplificação da realidade. Alguns casos e exceções podem não refletir com exatidão o resultado esperado, sendo meras estimativas, não se constituindo em garantia ou obrigação por parte da Brasilprev Seguros e Previdência S/A. O cálculo se limita aos contribuintes do RGPS para trabalhadores urbanos, não compreendendo casos especiais como professores, militares, trabalhadores rurais e funcionários públicos (RPPS). O valor do benefício de aposentadoria calculado corresponderá a 60% da média aritmética simples dos salários de contribuição e das remunerações adotados como base para contribuições ao Regime Geral de Previdência Social, atualizados monetariamente, correspondentes a 100% do período contributivo, com acréscimo de dois pontos percentuais para cada ano de contribuição, conforme o caso e regras específicas.